sexta-feira, maio 25, 2007

Orkut, aquele comedor de cérebros

Há muito que deletei minha conta do orkut sem nenhum remorso. Perdi contato com antigos colegas de escola, amigos, conhecidos, professores e confesso que de alguns não sinto a menor falta! Porém, tenho uma amiga, a Margarida, que entra às vezes lá e eu acabo dando umas olhadinhas com ela. E isso me fez chegar a várias conclusões.

A primeira conclusão que cheguei foi que orkut dá muito assunto pra post. Isso quando não se tem nada melhor pra falar, como por exemplo comparar a anatomia do umbigo com o Grand Canyon. A segunda conclusão foi ver o quanto as pessoas são extremistas em relação ao amo/odeio. Ah, eu também sou extremista, mas não saio divulgando isso.

A terceira conclusão e a mais importante foi notar que algumas pessoas ali fizeram pacto com a coisa azul. Eu imagino algo do tipo uma pessoa furando o dedo e colocando o pingo de sangue na tela do orkut. Depois ela diz "Orkut, Orkut, se eu conseguir +425 amigos te dou meu cérebro". Pronto, só isso explica a quantidade absurda de besteiras que se encontra lá.

E o que o orkut faz com os milhares de cérebros adquiridos? Come! Assim não tem como o dono reclamar de volta. Pacto é pacto.

2 Comments:

Agustinho said...

Meu irmão entra nas comunidades apenas pra que elas sirvam como enfeite para os outros verem.

m a r i a - a r r u a c e i r a said...

"A terceira conclusão e a mais importante foi notar que algumas pessoas ali fizeram pacto com a coisa azul."

KAOSP´KAPOSKFPOSAK (risadas)
ei tinha esse problema mymi, ;T mas não cheguei a cortar o dedo e fazer pacto de sangue/coisa azul. O que seria deveras ridículo!

beijos.