quarta-feira, abril 23, 2008

Time after time

Uma das coisas que eu aprendi- A única coisa que eu aprendi numa dessas aulas sobre Fundamentos de Biblioteconomia, foi que um indiano chamado Ranganathan fez cinco leis. E uma dessas leis, a única que eu aprendi, era pra economizar o tempo do leitor. Algo que eu não estou fazendo aqui, by the way.

Me veio a cabeça aquele velho ditado: casa de ferreiro, espeto de pau. Porque eu mal tenho tempo de organizar as minhas coisas. Mentira. Eu tenho muito tempo de sobra, mas não sei o que fazer com ele. Então, eu passo o dia todo jogando videogame, enquanto penso que deveria estar estudando ou lendo um livro que peguei na biblioteca. Putz, eu adoro ler. Mas jogar videogame é muito legal.

Já tentei dividir o meu dia em blocos de meia hora, onde em cada bloco eu faria algo que precisasse/quisesse. Não deu certo. Já usei um gadget no iGoogle, uma espécie de agenda, pra colocar as atividades que eu precisava desempenhar naquele dia. Não deu certo. Eu comprei uma agenda e disse que ia escrever nela todos os dias. A última vez que a abri foi em 14 de fevereiro. Sério, se a gente não tem força de vontade não cumpre horários.

Ui, força de vontade é papo de tia velha.
Perdi a linha de raciocínio, droga.

1 Comment:

Nana Flash said...

Eu fico rabiscando em qualquer pedaço de papel - até verso de nota fiscal.
Chega da medo abrir a gaveta do trabalho. Qq dia desses aqueles papeis rabiscados vao ganhar vida propria :S
Ai, vc eh biblioteconomista? Achei q era engenheira. Uhn, falei bobagem?
Bjs