terça-feira, julho 17, 2007

Ou seja, cerveja...

Tenho notado uma certa falta de criatividade em algumas propagandas de cerveja. Falta de criatividade, não... É pé-no-saquismo mesmo.

A Nova Skin me sai com o slogan que ilustra o título. Eu não bebo, mas segundo meu primo que é "conhecedor", o gosto da bebida é tão ruim que eles têm que afirmar que é cerveja pro indivíduo saber o que está tomando. Hm, eu gostava de "experimenta".

A Brahma ataca de Z de Zeca-feira. Por uns minutos eu pensei que Zeca Pagodinho havia comprado as fábricas da cerveja. É idiota, mas eu acho tão tosco que olho aquele Z e acabo rindo.

A Kaiser voltou com o Baixinho. Eu tenho uma certa simpatia acumulada por ele desde pirralha. Sem falar que achei legal esse revival de antigos garotos propaganda como ele e o Garoto Bombril (que não é tão garoto mais...).

A Primus decidiu seguir uma linha mais, er, cult. Falando palavras difíceis. Mas não é uma propaganda muito divulgada. Pelo menos eu só a vi à noite.

A Antarctica tem a Juliana Paes. E eles mantêm a linha das tradicionais propagandas de cerveja, usando muitas mulheres com altos atributos físicos (não que as outras não façam isso)...

Agora chegou o ponto que eu queria. O ponto. Não cansada de propagandas chatérrimas e de destruir clássicos do rock secentista como "Do Wah Diddy Diddy", da banda inglesa Manfred Mann, a cerveja Sol resolver por o ponto que faltava pra afundar no meu conceito.

Reparem que tem uma pequena mensagem subliminar contra a Brahma, quando um funcionário do bar retira uma placa com a inscrição "Bar do Zeca". Isso é até mais ou menos legal, alfinetar a concorrência. Mas colocar um ponto no final do nome do produto só pra render propaganda... Blé pra Sol!

* * * * *

Também poderei ser vista em breve no blog Austregésilo Foi para o Céu. Uma emocionante história de detetive e assassino! E toda segunda-feira em Encontre o Peixe. Ambos os links na parte de links. ;)

8 Comments:

Li said...

Eu justamente pensava em escrever um post sobre as propagandas de cerveja!!! Me deu medo agora, Mymi, estamos nos falando DEMAIS!!!!

Adorei o post!!
Beijo!

Lih said...

Poxa, faltou a Skol! E é a que eu mais gosto!
uahuHUAHUhuah
E o "ponto" da Sol é podre mesmo heim...
Bjinhos

*Renata Costa* said...

Da vontade de dar pontos naboca do cretino que inventou a propaganda da Sol.

Deus me livre.

Mas, ademais vc detonou. O texto está brilhante. ;)

Bjks miguxa :P

(brincadeirinha)

ANA CAROLINA said...

E quandoo cara da Sol fala "puento". Eu morro de raiva!

Rodka said...

É verdade, eu estava pensando nisso há uns dias atrás. Falta mesmo um pouco de criatividade em algumas propagandas.
É por isso que eu tomo minha Heineken. =)
O problema é que a maioria dos consumidores de cerveja no Brasil, infelizmente, está na faixa dos pré-adolescentes - e o pessoal das grandes empresas do ramo sabe disso.
Por isso as propagandas, em geral, são 'bobinhas' e investem em jingles ou frases grudentas, nem um pouco complicadas ou bem elaboradas.
Ótimo post.
Saudações.

Lady Sith said...

Essa música é daquele comercial do "Vamo aí, abre logo Lourival"? Se for, realmente é um pé-no-saco. Aqui no Rio passa a propaganda de uma tal de cerveja Sintra que é sem comentários. Uma mulher com um micro-bíquini e uma tatuagem onde só dar para ler Tô que abaixa até a gente poder ver o cofrinho dela e o resto da tatuagem que diz "Tô Dentro". É o fim.

Às vezes eu gosto das propagandas da Skol.

Nana Flash said...

Blargh, essa do Zeca feira eh o supra sumo da idiotice. Eu gosto ainda das da Skol, como a do choque :D
Bjs

Shanti said...

A Sol ainda alfinetou a Skol com aquela com o gordão chamado Redondo em cima da mesa - um cara fala "Desce, Redondo, desce".